Pontos de Interesse

Classificação
Featured/Unfeatured
Claimed/Unclaimed
41.805408, -6.750334

Datação: século XVI (1590).

Descrição: na fachada barroca de janelas assimétricas rasga-se um portal seiscentista (1690) da autoria do mestre Martinho da Veiga. Sobre o pórtico num pequeno nicho, em forma de concha flanqueado por duas aletas, está guardada a imagem de Santa Escolástica. No lado esquerdo surge o brasão dos Teixeiras, que patrocinaram esta obra. Neste alçado há vários vãos de janelas, algumas das quais no nível superior têm molduras de ladrilho mudéjar. Dentro da igreja, de uma nave de planta rectangular, é notável o tecto de abóbada de berço com pin-tura de perspectiva a óleo sobre madeira, do pintor Manuel Caetano Fortuna de Castelo Branco, de 1763 onde se representa o templo santo.

Est. De Conservação: bom.

Lendas e Tradições: São Bento é o padroeiro da diocese de Bragança-Miranda e da paróquia de São Bento e São Francisco. A sua festa acontece anualmente no dia 11 de Julho e é precedida por uma novena.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME I

41.4576444, -6.3388868

Datação: Final do paleolítico

Descrição: Conjunto de abrigos pré-históricos com vestígios de arte rupestre. A cerca de 3 km a sueste da povoação, tem várias séries insculpidas quer no exterior, quer no interior. Figuras antropomórficas, motivos serpentiformes, covinhas ligadas por barras formam alteres em grandes conjuntos interligados; um destes conjuntos parece representar um parto.

Classificação: Imóvel de Interesse Público, Dec. nº 28/82, DR 47 de 26 Fevereiro 1982.

Estado de Conservação: bom

Ponto de Partida: Parque Biológico de Vinhais (41.858758,-6.987669)

Ponto de Chegada: Alto da Ciradelha (41.85927,-6.987047)

Extensão: aproximadamente 1,5km

Nível de dificuldade: moderado

Duração: 2h00

41.5396797,-6.222259

Descrição: Excelente Panorâmica sobre as arribas do Douro

41.805894,-6.75406

A Casa do Arco ou Solar dos Pimentéis é um solar barroco, de dois pisos, com a fachada principal voltada para a Rua Direita, que ostenta no andar nobre as armas da família Morais e da familia Pimentel, do século XIX. O portal almofadado, descentrado, abre-se para um pátio que dá acesso à escadaria nobre de dois lanços.

Datação: casa do século XVII

Est. De Conservação: em restauro.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME I

41.869729,-6.952114

Pelourinho Manuelino, levantado por volta de 1512. Não resistiu à extinção do concelho, tendo sido reconstruído por volta de 1932.

É de granito, oitavado, decorado por três ordens de ornatos que se repetem, alternando em cada face do octógono. Num dos lados, uma torre com três janelas, terminadas em triângulo coroado por uma cruz, no outro, um triângulo encimado por três círculos contínuos em linha reta e no outro uma carantonha. O centro da base apresenta o orifício onde encaixa o fuste da coluna.

Classificação: Imóvel de Interesse Público: Decreto-lei n.º 23122, de 11 de Outubro de 1933.

 

41.4690089, -6.3503559

É uma igreja de uma só nave, com cinco tramos divididos por quatro arcos-diafragma, que exteriormente correspondem a contrafortes. A cabeceira é mais elevada do que a igreja. O arco triunfal está ladeado pelo retábulo do Senhor da Piedade e da Senhora da Soledade, uma obra de talha barroca setecentista. Possui vestígios diversos de pinturas quinhentistas. Datação: século XVI Estado de Conservação: Muito bom Localização: Duas Igrejas, Miranda do Douro Lendas e Tradições: Segundo a lenda da Senhora do Monte, uma pastorinha muda foi incumbida pela Virgem Maria, de informar os habitantes do lugar onde deviam edificar um templo em sua honra. A data apontada para esta aparição é de 902. No dia 15 de Agosto faz-se a romaria da Senhora do Monte.

41.83606,-7.000887

 No cume do jardim público, no Largo do Arrabalde, descobre-se um palacete armoriado, a Casa Senhorial do Conde de Sarmento, eminente vinhaense, com Pedra de Armas ao centro da frontaria. É um edifício com datação de finais do século XVIII princípios do século XIX.

O Conde de Sarmento foi conselheiro de El-Rei, General de Divisão e Ajudante de Campo de sua Majestade Imperial, o Duque de Bragança, adquirindo as comendas da Ordem de Cristo, da Torre Espada e Conceição e foi discernido com outras Ordens nacionais e estrangeiras.

Datação: finais do século XVIII princípios do século XIX.

41.765968, -6.753332

A igreja tem a entrada principal coberta por um alpendre, dentro do qual se encontra uma pia de pedra. No remate da fachada surge o campanário de dupla sineira, a truncar a empena. Para esta igreja foi feito um conjunto de tábuas, descobertas pelo padre Francisco Videira Pires, que representam cenas da vida e morte de Cristo como o Quo Vadis, a meditação de São Pedro, as santas mulheres junto de Cristo na Cruz e o suplício de São Pedro.

Datação: para alguns autores é uma igreja do século XVI.

Est. De Conservação: razoável.

Freguesia: São Pedro de Sarracenos

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME II

41.584679, -6.528394
03512735181200351273518120

Edifício de planta longitudinal de dois pisos, dividido em dois corpos, com capela privada num dos extremos, que foi recuperado para receber a Casa da Cultura de Vimioso. Auditório, Cinema, Espaços de Exposições. Est. De Conservação: muito bom Datação: Época Contemporânea (conjetural).

Showing 1 - 10 of 189 results