Pontos de Interesse

Classificação
Featured/Unfeatured
Claimed/Unclaimed
Fonte dos canos.jpg
41.4936325, -6.278639

Fonte barroca em cantaria, do tipo relicário.

Encontra-se coberta por um telhado piramidal, em escama.

Painel de alusão às Almas.

Datação: Idade Moderna.

Estado de Conservação: Bom

 

Castelo de Algoso 3.jpg
41.461471,-6.579351

Construído no início da nossa nacionalidade, século XII, teve até ao século XIII um papel militar e estratégico fundamental, devido ao facto de estar situado numa zona de grandes disputas fronteiriças. Encontra-se a 690 metros de altitude, ao lado da ribeira da Angueira, podendo observar-se uma paisagem magnífica.
Monumento Nacional e Imóvel de Interesse Público, com cariz militar, serviu de vigia e defesa do perigo proveniente de Espanha, mais concretamente do reino de Leão.
Classificação: IIP (Dec. nº40 361, DG 228 de 20 Outubro 1955).
Datação: século XIII.
Est. De Conservação: bom.
Lendas e Tradições: junto do castelo, que o povo diz ter sido construído pelos mouros e reconstruído por D. Dinis, fica a capela de Nossa Senhora da Assunção dita do Castelo, localizada no Cabeço da Penenciada, utilizada como igreja matriz até à mudança da população por “desabrido e falta de água”, ou devido a uma praga de formigas.
No tempo quente o povo ia em procissão buscar a imagem da Senhora, para a levar à paroquial onde lhe era dedicada uma novena com missa cantada.
Noutra lenda diz-se que o senhor do castelo foi surpreendido por D. Pedro, o Justiceiro, quando se preparava para abusar de uma donzela, sendo por isso severamente punido.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria: Concelho do Vimioso, VOLUME I

Pelourinho de Paçó 1.jpg
41.870776, -6.950900

O pelourinho assenta num soco de 5 degraus de secção quadrada, de aresta viva. A coluna tem um fuste de superfície lisa, sendo a metade inferior de secção quadrangular e a superior oitavada.

O capitel prismático apresenta as faces um pouco côncavas com duas molduras, entre elas há um brasão e elementos heráldicos. Sobre este surge um bloco irregular tipo pinha com motivos heráldicos, onde se apoia uma peça quadrada, sobre a qual se encontra uma cruz de Cristo de granito.

Datação: século XVI (conjectural).

Classificação: IIP (Dec. nº23 122, DG 231 de 11 Outubro1933).

Est. De Conservação: razoável.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria: Concelho de Vinhais VOLUME I

 

Ponte e Fonte do Jorge 1.jpg
41.800662, -6.748872

Ponte de tabuleiro horizontal composta por um arco de ogiva, com aduelas em xisto azul, cujas fundações assentam no maciço rochoso. Tem 40 metros de comprimento, 7 metros de vão, 4,40 metros de flecha, 8 metros de altura e 3,50 metros de largura. As guardas baixas são de alvenaria de xisto e o pavimento é de terra. Faz conjunto com a Fonte do Jorge, uma fonte de espaldar seiscentista ou setecentista. Tem a taça enterrada, enquadrada por duas pilastras jónicas e coroada pelas armas do concelho de Bragança.

Datação: século XVI (1557).

Est. De Conservação: bom.

Lendas e Tradições: algumas pessoas consideram que a Fonte do Jorge foi usada como pia baptismal enquanto para outras servia de bebedouro.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME I

Posto de Turismo Vimioso 1.jpg
41.583735,-6.527284

Informação turística do concelho de Vimioso.

Termas de Vimioso 1.jpg
41.570798,-6.500816

Aproveitamento de águas sulfurosas, com características medicinais que nascem perto do rio Angueira. A água sulfurosa que brota da nascente da Terronha tem “capacidades curativas” ao nível de doenças da pele e do aparelho respiratório.

casares2.JPG

As casas de Casas de Casares são um empreendimento de Turismo Rural, classificado de Turismo de Aldeia, composto por 4 casas, que dispõem de 7 quartos. A aldeia de Casares situa-se a norte do concelho de Vinhais, fazendo fronteira com Espanha, onde outrora se dividiam os Reinos de Portugal, Galiza e de Castela e Leão, em pleno Parque Natural de Montesinho.

Há quem diga que o Parque Natural de Montesinho, que abrange a parte norte dos concelhos de Bragança e Vinhais, possuindo uma área de 74000 hectares, “Se sente e não se descreve”. Trata-se de um espaço protegido que guarda paisagens deslumbrantes, onde facilmente se perde o olhar, onde se enche o peito de ar puro e se respira total tranquilidade e onde a paz e o sossego formam parte da vida quotidiana desta região.

É neste lugar, que bem se encaixa nas palavras do grande escritor transmontano Miguel Torga quando diz, “Fica no cimo de Portugal, como os ninhos ficam no cimo das árvores para que a distancia os torne mais impossíveis e apetecidos”, que se situam as Casas de Casares.

Casa dos Picotinhos

Esta casa  dispõe de 1 quarto, 1 cama de casal e casa de banho ampla, a lareira embutida na rocha, que faz parte de uma das paredes da cozinha/sala, tem aquecimento central, sofá cama, frigorifico, micro-ondas, máquina de café, televisão no quarto e sala/cozinha e todo o equipamento de cozinha.

No exterior dispõe de espaço de descanso e lazer, com mesa rústica e bancos à sombra de uma oliveira, o que permite usufruir de uma agradável mistura da paisagem e dos sons da natureza e aproveitar a tranquilidade, sossego e bem-estar que o mesmo proporciona.

Casa da Figueira

Esta casa tem  2 quartos, 1 com cama de casal, o outro com 2 camas individuais e um divã, 1 casa de banho, sofá cama, lareira , tem frigorifico, micro-ondas, máquina de café, televisão nos quartos e sala/cozinha e todo o equipamento de cozinha.

Tem ainda uma varanda em madeira com acesso através do quarto com cama de casal, o que permite repousar e apreciar os fins de tarde de verão e acariciar o sol da Primavera e Outono, em cadeiras recostáveis de madeira.

Esta casa permite o acesso a pessoas com deficiência motora.

Casa da Mina

A casa da mina situa-se no centro da aldeia, tem dois quartos, cada um com 2 camas individuais, 1 casa de banho, 1 cama para criança até 4 anos, lareira, aquecimento central, televisão nos quartos e sala/cozinha, sofá cama, frigorifico, micro-ondas, máquina de café e todo o equipamento de cozinha.

Esta casa permite o acesso a pessoas com deficiência motora.

D´Afonte

Esta casa situada junto à receção, dispões de dois quartos, com cama de casal, 1 casa de banho, 1 varanda em madeira com acesso através de um dos quartos, que permite apreciar a o entorno natural, lareira, aquecimento central, televisão nos quartos e sala/cozinha, sofá cama, frigorifico, micro-ondas, máquina de café e todo o equipamento de cozinha.

Esta casa foi em tempos ocupada por familiares do poeta Ary dos Santos e por guardas-fiscais, confinando com a casa de um dos mais assíduos contrabandistas da aldeia e região, de quem se pode ouvir contar interessantes e verdadeiras histórias da época do contrabando.

 

Reservar

fumeiro de vinhais 2.jpg
41.810095, -7.182951
03512761077550351276107755

Venda de produtos regionais, fumeiro tradicional transmontano. Com cozinha regional preparada para a confeção do melhor fumeiro transmontano e venda direta.

P1100051.JPG
41.792043, -6.954943

Pegue no nosso farnel e faça uso dos seus sentidos. Apure o paladar com os sabores únicos e genuínos que lhe oferecemos e abrace os aromas frescos e irrepetíveis que emanam dos nossos produtos. Coma primeiro com os olhos e depois ofereça a si próprio a experiência gustativa por que tanto aguardava. Atreva-se a provar produtos que despertam memórias, lembranças e lugares de tempos idos. O Farnel Transmontano quer partilhar consigo os melhores produtos tradicionais, elaborados com os ingredientes de maior qualidade que a nossa região lhe oferece. Em cada parcela do nosso farnel, depositamos todo o nosso saber tradicional, com a mais autêntica dedicação. Habitue-se ao Farnel Transmontano! Ele vai fazer-se convidado à mesa de sua casa, do seu hotel ou restaurante. Estaremos nas lojas gourmet ou na sua requintada cesta de merenda. Leve no farnel toda uma região, prove todos os sabores, e ofereça a si próprio uma nova experiência sensorial.

_MG_6465.JPG
41.476890,-6.305126
+351273432340+351273432340
+351931168295+351931168295

Aqui encontra as melhores compotas e doces feitos artesanalmente, assim como cerejas em calda, a famosa bola doce de Miranda do Douro e mel.

Tem como ponto de venda Miranda do Douro e também as feiras de produtos regionais.

Showing 1 - 10 of 348 results
Translate »