Macedo de Cavaleiros integra Redes Europeias e Globais de Geoparques

23 Setembro 2014
Comentários 0
23 Setembro 2014, Comentários 0

O reconhecimento era esperado e foi anunciado no último dia do Congresso Internacional de Geoparques, que se realizou entre os dias 19 e 22 em Saint John no Canadá, no território do Stonehammer Geopark. Macedo de Cavaleiros recebe a distinção da UNESCO e passa a integrar as Redes Europeias e Globais de Geoparques. “Macedo de Cavaleiros assume, daqui para a frente, condições excecionais de visibilidade, essenciais para a sua promoção externa e consequente fomento do número de turistas, valorização das nossas potencialidades e geração de riqueza para as nossas gentes”, referiu o presidente da Câmara Duarte Moreno ao receber esta distinção.

O Geoparque Terras de Cavaleiros foi criado há vários anos, ali têm sido desenvolvidos importantes trabalhos de investigação, o local é já apelidado “o umbigo do mundo”, uma zona que resultou de um processo de colisão de massas que originou uma cadeia de montanhas, designada pelos cientistas por sutura do Orógeno Varisco, nada mais do que o sítio de Morais.

Existem apenas cinco lugares com características semelhantes a este, mas em Morais as sequências estão contidas num espaço menor e os testemunhos são mais percetíveis.

Duarte Moreno exaltou o trabalho desenvolvido por uma vasta equipa, que tornou possível este reconhecimento: “Um agradecimento que compreende não só os membros da Associação Geoparque Terras de Cavaleiros e seus técnicos, como também a Câmara Municipal e seus funcionários, os diversos agentes económicos que sempre demonstraram a sua colaboração, bem como todos os Macedenses, os grandes embaixadores e beneficiários finais de um desenvolvimento sustentável que almejamos”.

Esta visibilidade internacional, reconhecida pela UNESCO, é entendida como uma enorme oportunidade para o incremento turístico do concelho e que implica o desenvolvimento económico do território e dos seus habitantes.

O Geoparque Terras de Cavaleiros é a quarta área com esta classificação da UNESCO em Portugal.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>