Pontos de Interesse

Classificação
Featured/Unfeatured
Claimed/Unclaimed
41.910617,-6.929299

Criado para divulgação dos resultados das investigações realizadas na Lorga de Dine, permitindo aos visitantes apreender a importância histórico-arqueológica do local. Localizado em Dine, a 26 quilómetros de Vinhais.

41.611087,-6.408323

Espaço relvado e arborizado, localizado na margem do rio Angueira, com algumas mesas e bancos para piqueniques.

41.843164, -6.746964

A poucos quilómetros da cidade de Bragança, área arborizada, atravessa pelo rio Sabor. Época única de 1 de Abril a 30 de Setembro.

41.940132, -6.615679
03512739270360351273927036
03519642066220351964206622

Situa-se na aldeia de Rio de Onor, conhecida pelas suas práticas comunitárias.

Época única de 1 de Abril a 30 de Setembro

41.865360, -6.847629

Igreja maneirista de planta rectangular, com um alpendre quadrangular. Tem uma nave única, capela-mor e sacristia adossada do lado esquerdo. Apresenta cobertura única em telhados de duas águas, excepto no alpendre onde a cobertura é de três águas. Todos os alçados são percorridos por um embasamento e cornija, com cunhais rematados por pináculos. O espaço interior apresenta paredes rebocadas e o rodapé pintado de azul. O coro alto de madeira tem balaustres e escada de acesso do lado da Epístola. Na nave destacam-se: quatro capelas colaterais, de arco de volta perfeita; a porta de acesso ao coro alto e ao adro; a pia de água benta e o púlpito sobre mísula com balaustres.

Datação: século XIV (conjectural) / Idade Moderna

Est. De Conservação: bom.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME II

41.725370, -6.753157

O pelourinho de "coluço" tem um soco de dois degraus quadrangulares, bastante toscos, e assenta numa base quadrangular. O fuste também quadrado é liso. No remate surge um bloco prismático, no qual uma das suas 4 faces apresenta uma roda que poderá representar um sol. Na base deste pelourinho terá estado encaixada uma escultura zoomórfica, um berrão de 1,23 m de comprimento, que está guardado no Museu de Bragança. Datação: séculos XIII/XV. Classificação: IIP (Dec. nº23 122, DG 231 de 11 Outubro 1933). Est. De Conservação: mau. Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME II

41.711135, -7.079694

 Consta de um escadório circular de três degraus, sobre o qual assenta a coluna octogonal, coroada por um capitel trapezional, tendo por cima uma espécie de calote. Não tem ornato algum e é todo de cantaria.

Datação: medieval.

Classificação: Imóvel de Interesse Público: Decreto-lei n.º 23122, de 11 de Outubro de 1933

Est. De Conservação: bom.

41.519267, -6.2562855

Chamados de moinhos da ribeira da carrascosa a maior concentração de moinhos do concelho.

41.4698611, -6.3138671

Pequena capela com portal de arco em volta apontado, encimado por um campanário sem sino. Interiormente apresenta uma nave de reduzidas proporções, separada da capela-mor por um cruzeiro triunfal de arco de volta perfeita.

Antes da reconstrução a capela esteve abandonada e chegou a ser usada como abrigo para os animais.

Datação: De feições medievais, totalmente reconstruída nos anos 90 (século XX)

Estado de Conservação: Muito bom.

41.852957,-6.932008

A ponte é composta por dois arcos de volta perfeita, tem um tabuleiro de 42 m de comprimento e 3,80 m de largura e 15,7m de altura. As guardas são de xisto e a montante surge um talha-mar.

No arco da margem direita há três agulheiros, do outro lado do intradorso a ponte assenta no afloramento rochoso. Este arco tem 6,2m de altura e 6,6 m de largura máxima, enquanto o arco da margem oposta tem 13,1m de altura e 9,6m de largura.

Datação: trata-se de uma ponte romana reconstruída no período Moderno.

Encontra-se no traçado norte da via romana XVII.

Est. De Conservação: bom.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria: Concelho de Vinhais VOLUME I

Showing 1 - 10 of 29 results