41.805714, -6.752923

Datação: séculos XVI/XVII.

Classificação: abrange o edifício e jardim do antigo Paço Episcopal de Bragança – IIP (Dec. nº1/86, DR 2 de 3 Janeiro 1986.)

Descrição: a fachada deste edifício, que se assemelha a um solar setecentista, é comprida e está dividida em três corpos. A porta do extremo ocidental está ladeada por duas janelas gradeadas, como as janelas do piso nobre que têm sobre elas outras portas e varandins, também com grade. No centro ostenta-se a pedra de armas esculpida por João Alves Lagido, ladeada por três janelas. Este brasão é em tudo idêntico ao executado na campa do bispo D. João de Sousa Carvalho, que se encontra na capela de Nossa Senhora dos Remédios da Sé da Miranda do Douro. O Museu de Abade de Baçal é antes de mais um museu dedicado à Arte, à Arqueologia e à Etnografia.

Est. De Conservação: muito bom.

Lendas e Tradições: segundo informações do Monsenhor José de Castro, os bispos de Miranda tinham de morar meio ano em Bragança. Os Bispos desta cidade, como não tinham uma residência apropriada, viviam no Castelo, como acontecia com os seus congéneres de Miranda, até D. António Pinheiro. O terceiro bispo de Miranda, D. Julião d’ Alva, instituiu em Bragança o Colégio de São Pedro, que serviu de residência ao bispo. Este edifício, o Paço Episcopal ou casa de Bragança, foi reedificado em 1734, pelo bispo D. João de Sousa Carvalho que edificou "casas novas", onde hoje se encontra instalado o Museu Abade de Baçal.

Fonte: Património dos Concelhos da Terra Fria Concelho de Bragança VOLUME I

Morada
Rua Abílio Beça, n.º 27, 5300-011 Bragança